Esmal - 01/10/2019 - 17:46:47
Estudantes da rede pública realizam prova do concurso de redações da Esmal
Alunos dissertaram sobre o tema 'Cidadania: aprender, socializar e agir para transformar'

Estudantes redigiram sobre o tema 'Cidadania: aprender, socializar e agir para transformar' Estudantes redigiram sobre o tema 'Cidadania: aprender, socializar e agir para transformar' Foto: Lucas de França

Estudantes da rede pública redigiram, entre os dias 24 e 27 de setembro, as redações referentes ao Concurso de Redações do Programa Cidadania e Justiça na Escola (PCJE). O concurso é promovido pela Escola Superior da Magistratura de Alagoas (Esmal), em parceria com a Secretaria Municipal da Educação (Semed) e a Secretaria Estadual da Educação (Seduc).

Os alunos tiveram que dissertar sobre o tema “Cidadania: aprender, socializar e agir para transformar”, em no mínimo 20 linhas. O objetivo do concurso foi fomentar a reflexão e promover o conhecimento sobre o assunto, bem como outros subtemas trabalhados durante o ano em ações do PCJE, a exemplo do bullying e da conscientização do combate às drogas.

Durante o lançamento do concurso, o magistrado Anderson Passos, coordenador do PCJE, ressaltou o objetivo do projeto. "O concurso de redação deve ser um instrumento de incentivo à leitura, à escrita e à cidadania, para que os estudantes entendam seu papel na sociedade e percebam que, sim, eles podem transformar a realidade”. Para o coordenador, é através das redações que se percebe que os alunos estão tendo uma noção melhor do que é cidadania.

Na última sexta-feira (27), o concurso foi aplicado na Escola Estadual Padre Pinho, no bairro Cruz das Almas. Contente com sua redação, o aluno Felipe Nascimento, de 16 anos, falou um pouco do que escreveu. “Eu tentei juntar diversos fatores. Na minha introdução eu quis mostrar que a sociedade é um pouco ruim em certas coisas e que existem alguns heróis que se levantam para mudar isso”.

“O mundo não precisa de super-heróis. O mundo precisa de pessoas heroínas que possam ajudar ele”, afirmou a estudante Samili Karynne, de 16 anos, também da Escola Estadual Padre Pinho.

Todas as escolas contempladas pelo programa participaram do concurso, sendo sete da rede estadual e seis da municipal. O julgamento das redações acontecerá no dia 24 deste mês, enquanto a premiação será realizada no dia 1° de novembro, na Esmal.

Os autores dos três melhores textos de cada rede de ensino receberão o prêmio principal, que inclui um tablet, e o professor orientador do primeiro colocado, estadual e municipal, também receberão o prêmio. Os demais estudantes que tiverem a redação selecionada receberão kits escolares.

Lucas de França - Esmal TJAL
imprensa@tjal.jus.br - (82) 2126-5378


Curta a página oficial do Tribunal de Justiça (TJ/AL) no Facebook e acompanhe nossas atividades pelo Twitter. Assista aos vídeos da TV Tribunal, visite nossa Sala de Imprensa e leia nosso Clipping. Acesse nosso banco de imagens. Ouça notícias do Judiciário em nosso Podcast.