Esmal - 03/04/2020 - 17:07:41
Clube do Livro faz primeira reunião por videoconferência
Participantes traçaram paralelos entre o momento da pandemia por Coronavírus e a obra 'O sonho de um homem ridículo'

Servidores se reuniram por meio de aplicativo para reuniões virtuais na quinta-feira (2). Servidores se reuniram por meio de aplicativo para reuniões virtuais na quinta-feira (2). Foto: Cedida pelo grupo

Servidores do Poder Judiciário participaram, nesta quinta-feira (2), de mais uma reunião do Clube do Livro: Direito a Literatura. O livro discutido na ocasião foi a obra "O sonho de um homem ridículo", de Fiódor Dostoiévski. Essa foi a primeira vez que o encontro aconteceu por videoconferência, preservando o grupo da disseminação do Coronavírus (Covid-19).

Para Mirian Alves, diretora da Biblioteca do Judiciário e organizadora do grupo, manter a programação do Clube do Livro em tempos de pandemia é uma forma de preencher os momentos de isolamento social com a literatura. "Nos ajuda a manter o equilíbrio e combater a ansiedade gerada pela sobrecarga de informações e notícias ruins a que estamos sendo expostos. Com o auxílio da tecnologia, realizamos a nossa primeira reunião não presencial e apesar de separados fisicamente, mantivemos nossa conexão e integração", destacou.

A obra de Dostoiévski retrata um homem que chega à conclusão de que nada em sua vida importa, mas acaba passando por um processo de redenção, conseguindo desenvolver empatia por outras pessoas e assim encontrando um sentido para a sua existência."Foi impossível não traçar relações e reflexões entre a obra e o momento que estamos vivendo", disse Mirian.

Periodicamente o Clube abre vagas para que magistrados e servidores possam se inscrever. As reuniões geralmente ocorrem na última quinta-feira de cada mês, a partir das 19h. Ao final de cada ciclo de seis encontros é emitido um certificado de participação com carga horária de 18 horas.

Desta vez, a reunião foi realizada remotamente seguindo as orientações de distanciamento social previstas no ato normativo da Presidência do TJAL em conjunto com a Corregedoria Geral da Justiça (CGJ/AL), publicado no dia 17 de março, no Diário de Justiça Eletrônico.

A próxima reunião do Clube também será realizada de forma remota, no dia 30 de abril. Os servidores discutirão a obra "São Bernardo", de Graciliano Ramos. Nos próximos meses, as obras a serem debatidas pelo grupo são: No seu pescoço, de Chimamanda Ngozi Adichie; Papéis Avulsos, de Machado de Assis; e Farenheit 451, de Ray Bradbury.

Lucas de França - Esma/TJAL

imprensa@tjal.jus.br - (82) 2126-5378


Curta a página oficial do Tribunal de Justiça (TJ/AL) no Facebook e acompanhe nossas atividades pelo Twitter. Assista aos vídeos da TV Tribunal, visite nossa Sala de Imprensa e leia nosso Clipping. Acesse nosso banco de imagens. Ouça notícias do Judiciário em nosso Podcast.