TJAL na Bienal - 02/11/2019 - 18:28:45
Bienal do Livro: Tutmés Airan fala sobre o trabalho do Judiciário voltado para a sociedade
Magistrada Ana Florinda Dantas abordou guarda compartilhada em roda de conversa e tirou dúvidas sobre Direito de Família dos participantes

As atividades no estande da Escola Superior da Magistratura (Esmal) na 9ª edição da Bienal Internacional do Livro em Alagoas tiveram início na tarde deste sábado (2) com rodas de conversas com o presidente do Tribunal de Justiça de Alagoas (TJAL), desembargador Tutmés Airan de Albuquerque, e com a magistrada Ana Florinda Dantas, titular da 22ª Vara Cível da Capital Família. Houve também sarau de música e poesia do Clube do Livro Direito e Literatura.

Para o presidente Tutmés Airan, o novo formato da bienal ficou bastante atrativo para o bairro do Jaraguá e a iniciativa de ter um estande com bate-papos com juízes proporciona ao Judiciário a chance de mostrar seu trabalho e de se aproximar da população.

?Há muita coisa boa para ser mostrada da Justiça, então eu acho que é um passo importante que a gente dá num espaço incrível que como a bienal, uma iniciativa muito válida da Ufal de trazer o livro para perto da sociedade, que sempre foi fonte de sabedoria para o povo em todas as épocas e em toda a história da humanidade?, disse o desembargador.

A programação e organização das atividades foram elaboradas pelo magistrado Phillippe Alcântara, coordenador de Pesquisa e Produção Científica da Esmal, e pela diretora da Biblioteca do Poder Judiciário, Mirian Ferreira Alves. A ação está sendo realizada em parceria com a Associação Alagoana de Magistrados de Alagoas (Almagis).

Primeira roda de conversa foi realizada com a juíza Ana Florinda Dantas, que falou sobre Direito de Família. Foto: Caio Loureiro

A primeira roda de conversa foi realizada com a magistrada Ana Florinda que abordou o tema ?Guarda Compartilhada? e tirou dúvidas sobre Direito de Família dos participantes. Durante a diálogo, a juíza falou sobre a guarda de crianças e adolescentes portadores de algum tipo de deficiência e destacou que os pais devem priorizar o bem-estar dos filhos, sem deixar que desavenças afetem o direito delas a um desenvolvimento saudável e feliz.

?Antes se entendia que nessa situação era melhor permanecer na companhia de um dos guardiões, que ficasse responsável por levar ao médico e fizesse esse acompanhamento, então acabava que causava até descenso na família e muitos pais se desuniam por conta das responsabilidades com o filho portador de deficiência. A legislação atual recomenta a aplicação da guarda compartilhada como uma forma de integrar esse filho com os dois pais. Então se vê, hoje, como uma questão que deve ser aplicada, que é boa e não traz nenhum prejuízo para a criança e o adolescente?, disse a juíza Ana Florinda.

Passeando pela bienal, a pedagoga Tatiana Carla Dionísio foi convidada por uma amiga, que é aluna da magistrada, para participar da roda de conversa e aprovou a iniciativa, na qual se sentiu a vontade para fazer todas suas perguntas.

?Gostei muito, tirei dúvidas, foi muito esclarecedor. A espontaneidade, a alegria dela nos ajudou bastante, foi como se a gente estivesse literalmente conversando com uma amiga. Eu estava com dúvidas sobre pensão alimentícia e ela me orientou quem eu devo procurar e de que forma devo proceder?, disse a pedagoga.

Primeiro dia foi marcado com rodas de conversas e sarau de música e poesia. Foto: Caio Loureiro

Programação

No domingo (3), às 16h, haverá apresentação do Coral do TJ em frente ao Armazém Uzina. A partir das 17h, a juíza Juliana Batistela, da 14ª Vara Criminal, conduz debate sobre abusos sexuais na infância. Às 19h, haverá o lançamento do livro ?40 dias?, do juiz Luciano Andrade, titular da 7ª Vara Cível da Capital.

A programação segue na segunda (4), com rodas de conversa sobre o projeto ?Mãe Consciente? com a juíza Soraya Maranhão, às 10h, sobre sustentabilidade nos Tribunais de Justiça com a servidora Ivana Atanásio, às 14h, e sobre afetividade e censura na literatura infantil com o juiz Anderson Passos, às 16h. A programação completa do estande da Esmal pode ser conferida aqui.


Robertta Farias ? Dicom TJAL
imprensa@tjal.jus.br ? (82) 4009-3240 / 3141


Curta a página oficial do Tribunal de Justiça (TJ/AL) no Facebook e acompanhe nossas atividades pelo Twitter. Assista aos vídeos da TV Tribunal, visite nossa Sala de Imprensa e leia nosso Clipping. Acesse nosso banco de imagens. Ouça notícias do Judiciário em nosso Podcast.