Geral - 03/06/2016 - 13:16:36
Juíza esclarece dúvidas de estudantes após caminhada ecológica no Pontal
Evento fez parte da Semana Integrada do Meio Ambiente e foi promovido pelo Programa Cidadania e Justiça na Escola (PCJE), da Esmal

Juíza conversa com estudantes sobre o funcionamento do Judiciário e a importância de preservar o meio ambiente. Juíza conversa com estudantes sobre o funcionamento do Judiciário e a importância de preservar o meio ambiente. Foto: Pedro Neto

    Mais de 200 alunos de quatro escolas públicas saíram da sala de aula e foram até o bairro do Pontal para aprender um pouco mais sobre o funcionamento do Judiciário e a importância de preservar o meio ambiente. A I Caminhada Ecológica ocorreu nesta sexta-feira (3) e foi promovida pela Escola Superior da Magistratura (Esmal), por meio do Programa Cidadania e Justiça na Escola (PCJE). 

     O evento fez parte da Semana Integrada do Meio Ambiente e contou com o apoio de vários órgãos públicos. Os alunos do 1º ao 9º ano das escolas Pio X, Silvestre Péricles, Dom Otávio e os da educação básica da Escola Mestre Izaldino participaram de várias oficinas, entre elas a de Cidadania, Justiça e Meio Ambiente, onde os estudantes puderam entrevistar a juíza da Comarca de Piaçabuçu, Laila Kerckhoff.

    ?O poder público não dá mais conta de reduzir os danos ao meio ambiente sozinho, então levar esse evento à população é de fundamental importância para que ela se conscientize de que é peça chave na redução e prevenção desses danos?, explicou a magistrada.

    Laila Kerckhoff respondeu a perguntas sobre a atuação do Judiciário na preservação do meio ambiente e explicou quais tipos de punição podem ser aplicados em casos de poluição da natureza. ?As empresas que fazem esse tipo de coisa podem ser condenadas a pagar multas, a prestar algum serviço comunitário, mas também as pessoas que jogam aquele papel de chiclete pelo carro também estão sujeitas a isso.?

    A coordenadora de educação ambiental e sustentável da Secretaria Municipal de Educação (Semed), Virgínia Miler, explicou que a ação também faz com que toda a comunidade possa aprender e disseminar conhecimentos sobre educação ambiental, promoção da saúde, como cuidar do lixo, além de aprender sobre escolas e casas sustentáveis.

 

Estudantes de quatro escolas públicas de Maceió participaram da ação. Foto: Pedro Neto


Pedro Neto - Dicom TJ/AL
imprensa@tjal.jus.br - (82) 4009-3141/3240



Curta a página oficial do Tribunal de Justiça (TJ/AL) no Facebook e acompanhe nossas atividades pelo Twitter. Assista aos vídeos da TV Tribunal, visite nossa Sala de Imprensa e leia nosso Clipping. Acesse nosso banco de imagens. Ouça notícias do Judiciário em nosso Podcast.